Pular para o conteúdo principal

DESORDEM NO TRIBUNAL

*Estas são piadas retiradas do livro 'Desordem no tribunal'*



*São frases que as pessoas realmente disseram, e que foram transcritas textualmente pelos taquígrafos, que tiveram que permanecer calmos enquanto estes diálogos realmente aconteciam à sua frente.*

Advogado: -Qual é a data do seu aniversário?
Testemunha: -15 de julho.
Advogado: -Que ano?
Testemunha: -Todo ano.

______________________________________________

Advogado: -Essa doença, a miastenia gravis, afeta sua memória?
Testemunha: -Sim.
Advogado: -E de que modo ela afeta sua memória?
Testemunha: -Eu esqueço das coisas.
Advogado: -Você esquece... Pode nos dar um exemplo de algo que você tenha esquecido?
_______________________________________________
Advogado: -Que idade tem seu filho?
Testemunha: -38 ou 35, não me lembro.
Advogado: -Há quanto tempo ele mora com você?
Testemunha: -Há 45 anos.
_____________________________________________
Advogado: -Qual foi a primeira coisa que seu marido disse quando acordou aquela manhã?
Testemunha: -Ele disse, 'Onde estou, Bete?'
Advogado: -E por que você se aborreceu?
Testemunha: -Meu nome é Cissa.
______________________________________________
Advogado: -Me diga, doutor... não é verdade que, ao morrer no sono, a pessoa só saberá que morreu na manhã seguinte?
_______________________________________________

Advogado: -Seu filho mais novo, o de 20 anos...
Testemunha: -Sim.
Advogado: -Que idade ele tem?
______________________________________________
Advogado: -Sobre esta foto sua...o senhor estava presente quando ela foi tirada?
_______________________________________________
Advogado: -Então, a data de concepção do seu bebê foi 08 de agosto?
Testemunha: -Sim, foi.
Advogado: -E o que você estava fazendo nesse dia?
_______________________________________________
Advogado: -Ela tinha 3 filhos, certo?
Testemunha: -Certo.
Advogado: -Quantos meninos?
Testemunha : -Nenhum.
Advogado: -E quantas eram meninas?
_______________________________________________
Advogado: -Sr. Marcos, por que acabou seu primeiro casamento?
Testemunha: -Por morte do cônjuge.
Advogado: -E por morte de que cônjuge ele acabou?
_______________________________________________
Advogado: -Poderia descrever o suspeito?
Testemunha: -Ele tinha estatura mediana e usava barba.
Advogado: -E era um homem ou uma mulher?
_______________________________________________
Advogado: -Doutor, quantas autópsias o senhor já realizou em pessoas mortas?
Testemunha: -Todas as autópsias que fiz foram em pessoas mortas...
_______________________________________________
Advogado: -Aqui na corte, para cada pergunta que eu lhe fizer, sua resposta deve ser oral, Ok? Que escola você freqüenta?
Testemunha: -Oral.
_______________________________________________
Advogado: -Doutor, o senhor se lembra da hora em que começou a examinar o corpo da vitima?
Testemunha: -Sim, a autópsia começou às 20:30 h.
Advogado: -E o sr. Décio já estava morto a essa hora?
Testemunha: -Não... Ele estava sentado na maca, se perguntando porque eu estava fazendo aquela autópsia nele.

_____________________________________________
Advogado: -O senhor está qualificado para nos fornecer uma amostra de urina?

_______________________________________________
Essa é a melhor


Advogado: -Doutor, antes de fazer a autópsia, o senhor checou o pulso da vítima?

Testemunha: -Não.

Advogado: -O senhor checou a pressão arterial?

Testemunha: -Não.

Advogado: -O senhor checou a respiração?

Testemunha: -Não.

Advogado: -Então, é possível que a vítima estivesse viva quando a autópsia começou?

Testemunha: -Não.

Advogado: -Como o senhor pode ter essa certeza?

Testemunha: -Porque o cérebro do paciente estava num jarro sobre a mesa.

Advogado : -Mas ele poderia estar vivo mesmo assim?

Testemunha: -Sim, é possível que ele estivesse vivo e cursando Direito em algum lugar!!!

Comentários

Mensagem

Mensagem

Postagens mais visitadas deste blog

MINERAÇÃO ONÇA PUMA -OBRA 273 - OURILANDIA DO NORTE - PARÁ

MARÇO/2010 TRANSPORTADORES DE CORREIA -                VENTILADORES EM BAIXO DA GALERIA DREYER PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO                                                                                                   CHAMINÉ GALPAO ESTOCAGEM DE EMERGENCIA DE MINERIO KILN LAVADOR DE GASES MÁQUINAS DE PÁTIO EMPILHADEIRA E RECUPERADORA MONTAGEM DO 4. PRECIPITADOR EM MONTAGEM PRECIPITADORES PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO DE AGUA - ASPIRAL

CIRURGIA PARA VOLTAR A OUVIR - IMPLANTE COCLEAR

O MILAGRE DA AUDIÇÃO IMPLANTE COCLEAR OU "OUVIDO BIONICO" Crianças e adultos vítimas de surdez profunda e sem poder aquisitivo para bancar uma cirurgia corretiva podem ter esperanças de voltar a escutar. Basta que o implante coclear seja indicado para o seu tipo de problema. Isso por que o SUS (Sistema Único de Saúde) já oferece esse tipo de operação em hospitais de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte. Desde 1990, 700 pessoas já foram beneficiadas. Em breve, o Rio de Janeiro também entrará na lista com o credenciamento do Hospital Gafrée e Guinle pelo Ministério da Saúde. A cirurgia é indicada para pessoas que não podem usar aparelhos auditivos convencionais.“É um procedimento de alta complexidade e o Sistema Único de Saúde arca com os todos os custos”, explica o Dr. Fernando Portinho, otorrinolaringologista, professor da Escola de Medicina da UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) e coordenador do projeto.O tratamento com

FAMILIA GUERARD, GHERARDI, GERARDI, GIRARDI

MINHA ÁRVORE GENEALÓGICA MEU NOME É MONIQUE, Meu tataravô ( LOURENÇO GHERARDI ) , minha tataravó ( ADELIA FERRAGATTI ) ele filho de ( LOURENÇO GHERARDI E DOROTEIA PERONO ), ela filha de ( GIACOMO FERRAGATTI E IRENE OZELIO) . meu bisavô materno ( LOURENçO FRANCISCO GHERARDI) e minha bisavó materna (VIRGINIA TAVARES ALBERGARIA GHERARDI ) , minha avó materna (ELZI GUERARDI NASCIMENTO) e meu avô materno (LUIZ GONZAGA DO NASCIMENTO), meus pais (MARIA DA GLORIA DO NASCIMENTO SOUZA e ADÃO HELIO DE SOUZA). Família Gerardi Em 06 de março de 1895 chegou ao porto de Santos, desembarcando do navio “ARNO” uma família vinda da região de Treviso, norte da Itália que se apresentou como  FAMÍLIA GIRARDI , mas por falha de grafia do oficial de registros da imigração o sobrenome passou a ser  GERARDI. Assim podemos considerar como origem da família o sobrenomeGIRARDI e a geração que que ficou no Estado de São Paulo, GERARDI. OLHA COMO É GRANDE A FAMILIA GUERARDI...  ESSES PARENTE