Pular para o conteúdo principal

PARAUAPEBAS , SERRA DOS CARAJÁS, MINA DO SOSSEGO


A CIDADE



Parauapebas encontra-se a cerca de 700 km de Belém, no Pará. Com cerca de 90 mil habitantes, a cidade é composta por pessoas vindas de diferentes partes do Brasil. São maranhenses, goianos, tocantinenses, mineiros, gaúchos, paulistas, capixabas etc. que migraram para a região em busca de trabalho e de uma vida melhor. 

Cercado por serras de minério de ferro, o município abriga um dos maiores empreendimentos minerais do mundo, o Projeto Carajás, desenvolvido pela Companhia Vale do Rio Doce. 

A exploração de manganês, níquel, cobre, estanho, alumínio e ouro é outra atividade importante para a economia local e nacional. Destacam-se também a crescente atividade agrícola e a exploração da madeira de lei.


O município, onde está localizada a maior província mineral do mundo, Carajás, transformou-se, em razão da execução de projetos e obras estruturantes, num dos mais atrativos do Estado para investimentos privados.

Prefeitura de Parauapebas


















SERRA DOS CARAJÁS

Serra dos Carajás é uma formação vulcano-sedimentar que faz parte do grupo Grão-Pará e está localizada na região central do Estado do Pará. Uma verdadeira “mina de ouro”, a região esconde em suas entranhas minério de ferro, ouro, cobre, zinco, manganêsprata, bauxita, níquel, cromo, estanho e tungstênio  em quantidades ainda desconhecidas e que fizeram da “Província Mineral de Carajás” uma das regiões mais ricas em minérios do mundo.








Comentários

Anônimo disse…
acho que a foto que vem depois da aroeira é da mina de Igarapé Bahia, que encerrou as atividades em 2003.
Anônimo disse…
parabéns pelas suas belas fotos.
MONIQUE disse…
Bom dia amigo, obrigada pelo esclarecimento. Como essa postagem foi um presentinho de um internauta que acompanha o blog eu não tenho certeza quanto a foto, mas na dúvida vou retirá-la provisoriamente até conseguir esclarecer melhor. Valeu e continue acompanhando nossas postagens.
Unknown disse…
sou jurandy de pio12- maranhao parabens pelas fotos sou fA da vale e sonho um dia fazer parte da vale e qeria ti da parabens pelo blog ta massa ta bju a coloca mas fotos da da mina ta bju.....
MONIQUE disse…
Obrigada Jurandy pela visita ao BLOG. Atualmente estamos em MG, dependendo portanto de amigos paraenses para me enviar fotos. Mas assim que receber mais fotos vou postar sim. Abraços.
Anônimo disse…
Bom dia Monique, adorei conheçer um pouco,da serra dos Carajas. Sou da cidade de Castanhal e mudei pra essa cidade há pouco tempo, e confesso me encantei

Mensagem

Mensagem

Postagens mais visitadas deste blog

MINERAÇÃO ONÇA PUMA -OBRA 273 - OURILANDIA DO NORTE - PARÁ

MARÇO/2010 TRANSPORTADORES DE CORREIA -                VENTILADORES EM BAIXO DA GALERIA DREYER PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO                                                                                                   CHAMINÉ GALPAO ESTOCAGEM DE EMERGENCIA DE MINERIO KILN LAVADOR DE GASES MÁQUINAS DE PÁTIO EMPILHADEIRA E RECUPERADORA MONTAGEM DO 4. PRECIPITADOR EM MONTAGEM PRECIPITADORES PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO DE AGUA - ASPIRAL

CIRURGIA PARA VOLTAR A OUVIR - IMPLANTE COCLEAR

O MILAGRE DA AUDIÇÃO IMPLANTE COCLEAR OU "OUVIDO BIONICO" Crianças e adultos vítimas de surdez profunda e sem poder aquisitivo para bancar uma cirurgia corretiva podem ter esperanças de voltar a escutar. Basta que o implante coclear seja indicado para o seu tipo de problema. Isso por que o SUS (Sistema Único de Saúde) já oferece esse tipo de operação em hospitais de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte. Desde 1990, 700 pessoas já foram beneficiadas. Em breve, o Rio de Janeiro também entrará na lista com o credenciamento do Hospital Gafrée e Guinle pelo Ministério da Saúde. A cirurgia é indicada para pessoas que não podem usar aparelhos auditivos convencionais.“É um procedimento de alta complexidade e o Sistema Único de Saúde arca com os todos os custos”, explica o Dr. Fernando Portinho, otorrinolaringologista, professor da Escola de Medicina da UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) e coordenador do projeto.O tratamento com

FAMILIA GUERARD, GHERARDI, GERARDI, GIRARDI

MINHA ÁRVORE GENEALÓGICA MEU NOME É MONIQUE, Meu tataravô ( LOURENÇO GHERARDI ) , minha tataravó ( ADELIA FERRAGATTI ) ele filho de ( LOURENÇO GHERARDI E DOROTEIA PERONO ), ela filha de ( GIACOMO FERRAGATTI E IRENE OZELIO) . meu bisavô materno ( LOURENçO FRANCISCO GHERARDI) e minha bisavó materna (VIRGINIA TAVARES ALBERGARIA GHERARDI ) , minha avó materna (ELZI GUERARDI NASCIMENTO) e meu avô materno (LUIZ GONZAGA DO NASCIMENTO), meus pais (MARIA DA GLORIA DO NASCIMENTO SOUZA e ADÃO HELIO DE SOUZA). Família Gerardi Em 06 de março de 1895 chegou ao porto de Santos, desembarcando do navio “ARNO” uma família vinda da região de Treviso, norte da Itália que se apresentou como  FAMÍLIA GIRARDI , mas por falha de grafia do oficial de registros da imigração o sobrenome passou a ser  GERARDI. Assim podemos considerar como origem da família o sobrenomeGIRARDI e a geração que que ficou no Estado de São Paulo, GERARDI. OLHA COMO É GRANDE A FAMILIA GUERARDI...  ESSES PARENTE