Pular para o conteúdo principal

PROGRAMA QUALIDADE TOTAL 5 S

O 5S ou House keeping é um conjunto de técnicas desenvolvidas no Japão e utilizadas inicialmente pelas donas-de-casa japonesas para envolver todos os membros da família na administração e organização do lar. 
  
No final dos anos 60, quando os industriais japoneses começaram a implantar o sistema de qualidade total (QT) nas suas empresas, perceberam que o 5S seria um programa básico para o sucesso da QT. 

O Programa recebeu esse nome devido às iniciais das cinco palavras japonesas que sintetizam as cinco etapas do programa: Seiri, Seiton, Seiso, Seiketsu e Shitsuke, mas para a adequação à língua portuguesa adotou-se os 5 sensos: de utilização, de ordenação, de limpeza, de saúde e autodisciplina. 

O Programa 5S será definido na instituição como: 

  • Seiri - Senso de Organização: a arte de descartar fora coisas sem uso;
  • Seiton - Senso de Arrumação: a arte de cada coisa no seu lugar para pronto uso;
  • Seiso - Senso de Limpeza: a arte de tirar não sujar;
  • Seiketsu -Senso de Padronização: a arte de manter a organização;
  • Shitsuke - Senso de Disciplina: a arte de fazer coisas certas naturalmente 
Objetivo Geral - Qualidade Total 5S são tornar o trabalho mais exequível, rápido, seguro, simples, eficaz e proporcionar satisfação pessoal e profissional. 

O Programa Qualidade Total 5S - visa eliminar o desperdício e promover a organização nos ambientes de trabalho. Com isso, a instituição ganha em economia. Já os colaboradores com um ambiente harmonioso e agradável para se trabalhar e os alunos e a comunidade com a prestação de serviços mais eficaz. 

Objetivo Específico - O Programa 5S que é simples e eficaz. Do ponto de vista organizacional, deve ser implementado com o objetivo específico de aumentar a produtividade, melhorar a qualidade de vida, reduzir custos, diminuir desperdícios, transformar e melhorar o ambiente da instituição e conseqüentemente a atitude das pessoas que direta ou indiretamente estão vinculadas à instituição.

O Programa 5S pode ser implantado como um plano estratégico que, ao longo do tempo, passa a ser incorporado no cotidiano contribuindo para atingir a Qualidade Total em todos os níveis da instituição criando o “Ambiente da Qualidade”.

Os objetivos da implantação desta ferramenta na instituiução são:
  • ·    Promover a participação em todos os níveis e a interação e colaboração entre eles;
  • ·    Desenvolver equipes e lideranças;
  • ·    Promover a melhoria contínua dos processos;
  • ·    Incentivar a criatividade;
  • ·    Melhorar o ambiente de trabalho;
  • ·    Aprender a lidar com as mudanças;
  • ·    Estimular a motivação pessoal;
  • ·    Promover a mudança de hábitos;
  • ·    Aprimorar a segurança;
  • ·    Estimular a conservação de energia;
  • ·    Reduzir custos - combate efetivo aos desperdícios e estimular a otimização dos recursos;
  • ·    Melhoria da qualidade de vida;
  • ·    Preparar o ambiente para a qualidade total.
Justificativa- O Programa 5S que se caracteriza pelo Descarte, Organização, Limpeza, Higiene e Ordem Mantida, tem sido aplicado em grandes empresas internacionais e nacionais no sentido de aprimorar o sistema vigente atingindo a Qualidade Total no que tange a organização de bens e pessoas. Este programa faz aparecer as anomalias (avarias, desequilíbrios de produção e ensino, escassez de materiais, atrasos de entregas, entre outros).

Alguns fatores justificam a implementação desse programa:
• Devemos combater os desperdícios;
• Vivemos melhor num ambiente limpo e organizado;
• Os clientes exigem cada vez mais qualidade;
• Desperdícios geram preços altos.

O desafio é mostrar que se pode conseguir fazer mais e melhor, de maneira mais segura, ao mesmo tempo, com menos esforço. É necessário que no programa de sensibilização reconheça-se que, num primeiro momento o 5S significará mais trabalho, mas com a prática, facilitará o trabalho de todos.

Outra questão importante que deve ser trabalhada é o envolvimento dos funcionários, ressaltando a importância deles no processo como peças fundamentais para que a mudança de cultura seja efetiva.
Estes planos possuem as caracaterísticas:
  • Sensibilização – Elaborar e promover procedimentos de sensibilização de modo a mobilizar as pessoas para a mudança organizacional planejada, através da implantação do programa 5S.
  • Utilização – Aplicar em todas as áreas físicas o Senso de Utilização, observando as instruções fornecidas, os procedimentos estabelecidos e utilizando as áreas físicas e virtual - Sistema Patrimônio – de acolhimento dos materiais descartados e os disponibilizados para redirecionamento de descarte
  • Ordenação – Nesta etapa todas as áreas definidas pela Equipe consolidarão o Senso de Utilização e aplicarão o Senso de Ordenação em suas áreas físicas, observando as instruções fornecidas.
  • Avaliação das Etapas de Utilização e Ordenação – Será efetuada sob a coordenação do Comitê 5S e visa quantificar e avaliar os resultados obtidos e, se necessário, tomar as medidas corretivas, visando garantir um desempenho satisfatório e a implantação do Sensos Utilização e Ordenação.
  • Limpeza - Nesta etapa todas as áreas definidas consolidarão os Sensos anteriores e aplicarão o Senso de Limpeza em suas áreas físicas, observando as instruções fornecidas.
  • Saúde - Nesta etapa as áreas definidas consolidarão os Sensos anteriores e aplicarão o Senso de Saúde em suas áreas físicas, observando as instruções fornecidas.
  • Avaliação das Etapas Limpeza e Saúde – A ser efetuada sob a coordenação do Comitê 5S e visa quantificar e avaliar os resultados obtidos que servirão de subsídios para tomar as medidas corretivas, visando garantir um desempenho satisfatório e consequentemente o sucesso da implantação do Programa 5S.
  • Autodisciplina – Esta etapa garantirá a manutenção e aprimoramento dos resultados obtidos nas etapas anteriores, estimulando o hábito consciente e voluntário das práticas apreendidas. Serão estabelecidos: procedimentos operacionais “Ordem Mantida”, folhas de verificação e de auditoria, equipes de verificadores e de auditores, periodicidade das verificações e auditorias.


Para a implantação do Programa 5S, deve-se serguir a ordem a pré-definida como:

  • Comunicação – escolha da Equipe 5S e uma pré-divulgação para todos os colaboradores.
  • Desenvolvimento de um logo – escolhido e aprovado entre todos os membros da Equipe 5S.
  • Cartilha do Programa – Modos e meios de utilização do 5S.
  • Cartazes – Produção de cartazes de todas as fases do Programa.
  • Divulgações – Divulgação dos ítens anteriores citados para todos os colaboradores da instituição através de uma palestra, cartazes, site, e cartilha.
  • Lançamento do Programa
  • Divulgação do Programa
  • Documentando do Antes e o Depois







CONCEITO DOS 5 S

1S - SEIRI - SENSO DE CLASSIFICAÇÃO - Separar o útil do inútil, eliminando o desnecessário. É essencial saber separar e classificar os objetos e dados úteis dos inúteis da seguinte forma:
• o que é usado sempre: colocar próximo ao local de trabalho.
• o que é usado quase sempre: colocar próximo ao local de trabalho.
• o que é usado ocasionalmente: colocar um pouco afastado do local d trabalho.
• o que é usado raramente, mas necessário: colocar separado, em local determinado.
• o que for desnecessário: deve ser reformado, vendido ou eliminado, pois ocupa espaço necessário e atrapalha o trabalho.

2.º S - SEITON - SENSO DE ORDEM
Identificar e arrumar tudo, para que qualquer pessoa possa localizar facilmente. É colocar em ordem, conforme sua frequência de utilização. Nesta fase é importante:
• padronizar as nomenclaturas.
• usar rótulos e cores vivas para identificar os objetos, seguindo um padrão.
• guardar objetos diferentes em locais diferentes.
• expor visualmente os pontos críticos, tais como extintores de incêndio, locais de alta voltagem, partes de máquinas que exijam atenção, etc.
• determinar o local de armazenamento de cada objeto
• onde for possível, eliminar as portas.
• Não deixar objetos ou móveis no meio do caminho, atrapalhando a locomoção no local.

3.º S - SEISO - SENSO DE LIMPEZA
Manter um ambiente sempre limpo, eliminando as causas da sujeira e aprendendo a não sujar. Tem como objetivo limpar, possibilitando a ordenação da área e eliminando a sujeira acumulada durante o tempo. O desenvolvimento do senso de limpeza proporciona:
• Maior produtividade das pessoas, máquinas e materiais, evitando o retrabalho.
• Evita perdas e danos de materiais e produtos.

Para isto, é importante que o pessoal tenha consciência e habitue-se a:
• Procurar limpar os equipamentos após o seu uso, para que o próximo a usar encontre-o limpo.
• aprender a não sujar e eliminar as causas da sujeira.
• definir responsáveis por cada área e sua respectiva função.
• manter os equipamentos, ferramentas, etc, sempre na melhor condição de uso possível.
• Após usar um aparelho, deixá-lo limpo e organizado para o próximo utilitário
• Cuidar para que se mantenha limpo o local de trabalho, dando atenção para os cantos e para cima, pois ali acumula-se muita sujeira
• Não jogar lixo ou papel no chão
• Dar destino adequado ao lixo, quando houver

4.º S - SEIKETSU - SENSO DE PADRONIZAÇÃO
O termo SEIKETSU não expressa um movimento de ação como nos 3 primeiros S’s, ele representa um “estado” ouuma“conseqüência ”. Significa manter o estado dos 3S’s, promovendo o consenso de padrões individuais para padrões coletivos. O pessoal deve ter consciência da importância desta fase, tomando um conjunto de medidas:
• ter os três S's previamente implantados.
• Capacitar o pessoal para avaliem se os conceitos estão sendo aplicados realmente e corretamente
• eliminar as condições inseguras de trabalho, evitando acidentes ou manuseios perigosos
• humanizar o local de trabalho numa convivência harmônica.
• difundir material educativo sobre a saúde e higiene.
• respeitar os colegas como pessoas e como profissionais,
• colaborar, sempre que possível, com o trabalho do colega
• cumprir horários,
• entregar documentos ou materiais requisitados no tempo hábil,
• não fumar em locais impróprios, etc.

5.º S - SHITSUKE - SENSO DE AUTO-DISCIPLINA
O cumprimento de regras determinadas, o uso do uniforme, crachá de identificação, ou dos equipamentos de proteção são diversos “contratos”realizados mutuamente para melhorar as condições e o ambiente de trabalho. Fazer dessas atitudes, ou seja, da metodologia, um hábito, transformando os 5s's num modo de vida. Atitudes importantes:
• Usar a criatividade no trabalho, nas atividades.
• Melhorar a comunicação entre o pessoal no trabalho.
• Compartilhar visão e valores, harmonizando as metas.
• Treinar o pessoal com paciência e persistência, conscientizando-os para os 5s's .
• De tempos em tempos aplicar os 5s's para avaliar os avanços.

Apesar de mal difundido por empresas e pela literatura técnica, hoje se fala do

6º S - SOISEN SUIHAN, que siginifica INSISTIR EM ENSINAR.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 
CALEGARE, A. J. de A. Os mandamentos da qualidade total. 3. ed. Barueri: Inter- Qual International Quality Systems, 1999.
CÂNDIDO, Marcondes da Silva. Gestão da qualidade em pequenas empresas: uma contribuição aos modelos de implantação. 1998. online. Dissertação ( Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina.
KOJO, Rogerio H ; BRANDALIZE, Adalberto. Implantação do programa 5S. Disponível em: . Acesso em: 17 ago. 2010.
RIBEIRO, Haroldo: 5S: a base para qualidade total - Salvador, BA: Casa da Qualidade, 1994.
Blogs consultado: http://habitusestamparia.blogspot.com/2010/09/qualidade-total-metodologia-5ss.html
http://maisgestao.com.br/site/index.php?option=com_content&task=view&id=863

Comentários

Anônimo disse…
Nota-se que este material foi muito bem trabalhado. Me ajudou bastante.
Obrigado!
Anônimo disse…
Adorei o artigo e os boonequinhos também...rsrsrs!!!
Anônimo disse…
otima materia ajudou muito , continui postando temas importantes otimo bog... bjs
Anônimo disse…
Gostei!Muito bem elaborado.

Mensagem

Mensagem

Postagens mais visitadas deste blog

MINERAÇÃO ONÇA PUMA -OBRA 273 - OURILANDIA DO NORTE - PARÁ

MARÇO/2010 TRANSPORTADORES DE CORREIA -                VENTILADORES EM BAIXO DA GALERIA DREYER PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO                                                                                                   CHAMINÉ GALPAO ESTOCAGEM DE EMERGENCIA DE MINERIO KILN LAVADOR DE GASES MÁQUINAS DE PÁTIO EMPILHADEIRA E RECUPERADORA MONTAGEM DO 4. PRECIPITADOR EM MONTAGEM PRECIPITADORES PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO DE AGUA - ASPIRAL

CIRURGIA PARA VOLTAR A OUVIR - IMPLANTE COCLEAR

O MILAGRE DA AUDIÇÃO IMPLANTE COCLEAR OU "OUVIDO BIONICO" Crianças e adultos vítimas de surdez profunda e sem poder aquisitivo para bancar uma cirurgia corretiva podem ter esperanças de voltar a escutar. Basta que o implante coclear seja indicado para o seu tipo de problema. Isso por que o SUS (Sistema Único de Saúde) já oferece esse tipo de operação em hospitais de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte. Desde 1990, 700 pessoas já foram beneficiadas. Em breve, o Rio de Janeiro também entrará na lista com o credenciamento do Hospital Gafrée e Guinle pelo Ministério da Saúde. A cirurgia é indicada para pessoas que não podem usar aparelhos auditivos convencionais.“É um procedimento de alta complexidade e o Sistema Único de Saúde arca com os todos os custos”, explica o Dr. Fernando Portinho, otorrinolaringologista, professor da Escola de Medicina da UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) e coordenador do projeto.O tratamento com

FAMILIA GUERARD, GHERARDI, GERARDI, GIRARDI

MINHA ÁRVORE GENEALÓGICA MEU NOME É MONIQUE, Meu tataravô ( LOURENÇO GHERARDI ) , minha tataravó ( ADELIA FERRAGATTI ) ele filho de ( LOURENÇO GHERARDI E DOROTEIA PERONO ), ela filha de ( GIACOMO FERRAGATTI E IRENE OZELIO) . meu bisavô materno ( LOURENçO FRANCISCO GHERARDI) e minha bisavó materna (VIRGINIA TAVARES ALBERGARIA GHERARDI ) , minha avó materna (ELZI GUERARDI NASCIMENTO) e meu avô materno (LUIZ GONZAGA DO NASCIMENTO), meus pais (MARIA DA GLORIA DO NASCIMENTO SOUZA e ADÃO HELIO DE SOUZA). Família Gerardi Em 06 de março de 1895 chegou ao porto de Santos, desembarcando do navio “ARNO” uma família vinda da região de Treviso, norte da Itália que se apresentou como  FAMÍLIA GIRARDI , mas por falha de grafia do oficial de registros da imigração o sobrenome passou a ser  GERARDI. Assim podemos considerar como origem da família o sobrenomeGIRARDI e a geração que que ficou no Estado de São Paulo, GERARDI. OLHA COMO É GRANDE A FAMILIA GUERARDI...  ESSES PARENTE