Pular para o conteúdo principal

RODEIO EM OURILANDIA DO NORTE- PARÁ

DEPOIMENTO MONIKE LUZ, direto de Ourilandia do Norte - PA

Bom, o rodeio começou na quinta-feira (25/11) e foi até domingo (28/11), não teve muito público, eu fui no sábado e estava bem vazio se tivesse umas 200 pessoas era muito... Mas acho que é por causa dos últimos acontecimentos na cidade, na semana retrasada perto da praça de eventos teve um tiroteio bem feio, polícia com bandidos, mas a policia conseguiu matar dois bandidos, porém terceiro fugiu, acho q o pessoal ainda está meio traumatizado por isso e acabou não saindo para ir ao Rodeio.  





Para entrar na festa tinha que pagar R$ 10,00, mas não tinha muitas barraquinhas, e o rodeio começava só depois de meia-noite. As armações das arquibancadas, do camarote, estavam bem precárias, acho também pelo fato de ser itinerante, acho que isso também influenciou na falta de presença de público, parecia não estar bem seguros.





Como a minha casa fica ao lado da praça de eventos, pude escutar todos os dias, a movimentação e o rodeio. Na quinta-feira, acho que a festa terminou depois das 04 horas da manhã, mas não teve público suficiente, na sexta-feira estava mais vazio ainda, não escutei nem barulhos de motos, que é bem freqüente quando há alguma festa. No sábado já vi algumas motos, carros estacionadas, mas o público só foi chegando depois das onze horas e o rodeio só durou uma hora e meia, e no domingo foi bem fraco e acho que terminou meia-noite.


 No rodeio, tiveram muitos cavalos e bois bravos. Tinha um boi branco que dava medo de tão grande que era.   Para divertir o público tinha uma mula, antes de começar o rodeio o animador fez vários desafios para os homens que estavam nas arquibancadas para quem conseguisse subir na mula e parar em cima dela ganhava um prêmio estipulado, foi bem engraçada essa parte, mas ninguém conseguiu levar o prêmio. Depois teve à hora da oração a Nossa Senhora Aparecida, nessa parte os peões profissionais entraram na arena para cumprimentar o público e rezar, mas tinha um peão que estava tão bêbado que quase não parava em pé, eu nem consegui prestar atenção na oração por causa dele, ele fazia tanta palhaçada que foi até retirado e não participou do rodeio.

O pessoal daqui também está tendo outras opções para sair, agora inauguraram uma Chopperia que fica ao lado do Supermercado Igarapê, então tem músicas ao vivo, petisco, dizem que tem bastante público eu ainda não fui... E também, sexta-feira é dia de Faculdade do Chopp, fica lotado, é bom pra quem gosta de muito forró, brega e rasta pé, e também tem vários barzinhos em Tucumã, que é uma cidade vizinha.

A cidade está crescendo bastante em poucos meses, agora a rua principal está toda asfaltada, mas ainda falta muita coisa, principalmente, infra-estrutura, saneamento básico, trânsito entre outras coisas... Mas aos poucos a cidade vai ficando com cara de cidade!

Comentários

Unknown disse…
Oi Monique,
Que maravilha encontrar seu blog.
Minha sobrinha foi trabalhar ai em Ourilandia do Norte ,na Vale. Já esta ai a 20 dias, hospedada no hotel das Nações ela, a filha de 1 ano e meio e a mãe.O marido ficou aqui no Rio, tratando da mudança, deverá chegar ai dia 15 ou 16.
Estava muito preocupada com essa mudança assim repentina para um lugar tão longe.Quando tive a felicidade de encontrar seu blog, com várias dicas e fotos de Ourilandia.
Vou comentar com eles sobre vc e com certeza irão te conhecer.
Beijo
Diana
MONIQUE disse…
Oi Diana, muito obrigada pelo carinho. Infelizmente não estamos mais em Ourilandia. Atualmente estamos em Paracatu/MG em uma obra aqui. Mas com toda certeza sua sobrinha vai ficar muito bem, fomos muito bem recebidos na cidade de Ourilandia e deixei muitos amigos lá. Tenho uma Chará em Ourilandia a Monike (com K), ela é carioca de Barra Mansa, e está trabalhando na Microlins, se precisar de um contato na cidade pode procura-la que ela é um amor de pessoa. Desejo toda felicidade pra vocês na adaptação a nova cidade. Um grande abraço. Monique

Mensagem

Mensagem

Postagens mais visitadas deste blog

MINERAÇÃO ONÇA PUMA -OBRA 273 - OURILANDIA DO NORTE - PARÁ

MARÇO/2010 TRANSPORTADORES DE CORREIA -                VENTILADORES EM BAIXO DA GALERIA DREYER PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO                                                                                                   CHAMINÉ GALPAO ESTOCAGEM DE EMERGENCIA DE MINERIO KILN LAVADOR DE GASES MÁQUINAS DE PÁTIO EMPILHADEIRA E RECUPERADORA MONTAGEM DO 4. PRECIPITADOR EM MONTAGEM PRECIPITADORES PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO DE AGUA - ASPIRAL

CIRURGIA PARA VOLTAR A OUVIR - IMPLANTE COCLEAR

O MILAGRE DA AUDIÇÃO IMPLANTE COCLEAR OU "OUVIDO BIONICO" Crianças e adultos vítimas de surdez profunda e sem poder aquisitivo para bancar uma cirurgia corretiva podem ter esperanças de voltar a escutar. Basta que o implante coclear seja indicado para o seu tipo de problema. Isso por que o SUS (Sistema Único de Saúde) já oferece esse tipo de operação em hospitais de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte. Desde 1990, 700 pessoas já foram beneficiadas. Em breve, o Rio de Janeiro também entrará na lista com o credenciamento do Hospital Gafrée e Guinle pelo Ministério da Saúde. A cirurgia é indicada para pessoas que não podem usar aparelhos auditivos convencionais.“É um procedimento de alta complexidade e o Sistema Único de Saúde arca com os todos os custos”, explica o Dr. Fernando Portinho, otorrinolaringologista, professor da Escola de Medicina da UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) e coordenador do projeto.O tratamento com

FAMILIA GUERARD, GHERARDI, GERARDI, GIRARDI

MINHA ÁRVORE GENEALÓGICA MEU NOME É MONIQUE, Meu tataravô ( LOURENÇO GHERARDI ) , minha tataravó ( ADELIA FERRAGATTI ) ele filho de ( LOURENÇO GHERARDI E DOROTEIA PERONO ), ela filha de ( GIACOMO FERRAGATTI E IRENE OZELIO) . meu bisavô materno ( LOURENçO FRANCISCO GHERARDI) e minha bisavó materna (VIRGINIA TAVARES ALBERGARIA GHERARDI ) , minha avó materna (ELZI GUERARDI NASCIMENTO) e meu avô materno (LUIZ GONZAGA DO NASCIMENTO), meus pais (MARIA DA GLORIA DO NASCIMENTO SOUZA e ADÃO HELIO DE SOUZA). Família Gerardi Em 06 de março de 1895 chegou ao porto de Santos, desembarcando do navio “ARNO” uma família vinda da região de Treviso, norte da Itália que se apresentou como  FAMÍLIA GIRARDI , mas por falha de grafia do oficial de registros da imigração o sobrenome passou a ser  GERARDI. Assim podemos considerar como origem da família o sobrenomeGIRARDI e a geração que que ficou no Estado de São Paulo, GERARDI. OLHA COMO É GRANDE A FAMILIA GUERARDI...  ESSES PARENTE