Pular para o conteúdo principal

A SINDROME DA URGÊNCIA

A SÍNDROME DA URGÊNCIA. Algumas pessoas estão tão acostumadas com a adrenalina que circula pelas veias enquanto debelam as crises, que se tornam dependentes desta sensação de euforia e energia. Enquanto resolvemos as questões urgentes, sentimo-nos embriagados. O torpor da urgência é tão instigante que, passada a urgência, somos impulsionados a fazer qualquer coisa urgente, só para nos mantermos em atividade. Tornou-se um símbolo de "status" em nossa sociedade estarmos sempre ocupados: se estamos sempre ocupados é porque somos importantes.

Sem a escravidão do trabalho, não somos nada; chegamos a ficar constrangidos quando estamos ociosos. A síndrome da urgência nos justifica nos populariza e nos dá prazer. Mas é também uma boa desculpa para não lidarmos com as VERDADEIRAS PRIORIDADES de nossas vidas.

A síndrome da urgência é um comportamento autodestrutivo que preenche temporariamente o vazio criado por necessidades não-atendidas.

O PARADIGMA DA IMPORTÂNCIA. Grande parte das coisas importantes que contribuem para nossos objetivos globais e dão riqueza e sentido a vida em geral não nos pressiona não nos influencia. Como não são "urgentes", somos nós que as influenciamos, e muitas vezes as protelamos para um futuro incerto ("quando tivermos tempo...").

A Matriz de Gerenciamento do Tempo é uma boa forma de visualizar a relação entre urgente e importante, em quatro quadrantes:

 1) Urgente e Importante: crise, problemas urgentes, projetos com prazos definidos. É o
 quadrante do Inevitável.

2) Nao-Urgente e Importante: preparação, prevenção, definição de valores, planejamento, "empowerment". A falta de planejamento adequado leva tarefas do segundo para o primeiro quadrante. É o
 quadrante da Qualidade.

3) Urgente e Nao-Importanteinterrupções, urgências suscitadas por outras pessoas, algumas ligações telefônicas, reuniões e relatórios, parte da correspondência. É o quadrante da Decepção.

4) Não-Urgente e Não-Importante: trabalhos e correspondência  sem  importância,  tarefas secundarias que consomem tempo em demasia, algumas reuniões. É o
 quadrante do Desperdício.

Lidamos em nossas vidas com urgência e importância. Em nossas decisões cotidianas, um desses fatores tende a ser predominante. Começamos a enfrentar problemas quando passamos a dar prioridade ao paradigma da urgência em detrimento do paradigma da importância.

AS QUATRO NECESSIDADES HUMANAS
Ha certas coisas que são fundamentais a satisfação humana. Se essas necessidades básicas não forem atendidas, vamos nos sentir vazios e incompletos:

1) Física: saúde e bem-estar econômico;
2) Socialrelacionar-se e pertencer;
3) Mentalaprender continuamente;
4) Espiritualdeixar um legado.


A SINERGIA entre as quatro necessidades nos garante o equilíbrio interior. A dimensão espiritual da vida é que dá o sentido de propósito ao conjunto. A necessidade espiritual de deixar um legado transforma as outras três necessidades em capacidades de contribuição. Assim, é a dimensão espiritual que indica para onde a bussola aponta.

OS PRINCÍPIOSTão importante quanto as necessidades a serem satisfeitas é a forma com que procuramos atendê-las. Nossa habilidade para criar qualidade de vida depende do grau em que nossas vidas se encontram alinhadas com realidades "extrínsecas" quando tentamos satisfazer necessidades humanas. Essas realidades são os "princípios" (leis naturais), que estão alem dos valores pessoais "intrínsecos" (leis sociais).

Um desses princípios é a LEI DA FAZENDA: "para colher é necessário semear e cultivar". Não existem atalhos...

MISSÃOSe nossa visão de nos mesmos for condicionada pelo espelho social, não manteremos contato com nosso eu mais profundo, com nossas próprias particularidades e com nossa capacidade de contribuir. Passamos a viver a partir do roteiro que os outros escreveram para nós - família, sócios, amigos, inimigos, a mídia. Portanto, o ponto de partida para viver orientado pela BÚSSOLA é identificar o "norte verdadeiro", a direção que desejamos imprimir a nossa vida. A isto se denomina MISSÃO.

A identificação da própria missão tem uma profunda influência sobre a maneira como usamos o nosso tempo. Quando falamos sobre o gerenciamento do tempo, parece ridículo nos preocuparmos com velocidade antes de direção, em economizar minutos quando podemos estar desperdiçando anos. A missão conduz todas as outras coisas em nossa vida. Ela nos estimula a dar a contribuição que apenas nos podemos fazer. Ela nos habilita a colocar as prioridades no devido lugar, a bússola antes do relógio.

Já vimos que para gerenciar o tempo pelo paradigma da importância é necessário identificar a MISSÃO pessoal. Ela indica para onde a bússola aponta. Vimos, portanto, como identificar nossas verdadeiras prioridades. Vimos também que existem quatro necessidades humanas que tem de ser satisfeitas de forma sinérgica com base em PRINCÍPIOS (leis naturais). Os princípios são extrínsecos e universais, os valores são intrínsecos e individuais (leis sociais). Não existem atalhos: no embate entre princípios e valores, os primeiros vencem.
PERSPECTIVA SEMANAL. A maioria das ferramentas de planejamento nos orienta a utilizar uma planilha diária para a programação de nossos compromissos. O planejamento diário oferece-nos uma visão limitada, induzindo-nos a priorizar a urgência.

O planejamento deve ser semanal. A semana oferece um contexto mais amplo do que vamos fazer, nossas atividades começam a assumir dimensões mais apropriadas. Torna-se possível priorizar o importante.

O seguinte processo, em seis etapas, nos orienta para a Organização no Segundo Quadrante:

1. CONECTE-SE A SUA MISSÃO: ao fazer o planejamento semanal, todas as atividades programadas devem contribuir para a missão pessoal. Este alinhamento com a missão no momento da decisão é o que garante a priorização do que é importante.

2. IDENTIFIQUE SEUS PAPÉIS: nossa vida é dividida em muitos papéis: marido, esposa, pai, mãe, irmão, professor, líder comunitário, estudante, técnico, gerente etc. Grande parte de nosso sofrimento tem como origem a percepção de que o sucesso que obtemos em um papel é alcançado à custa de outros papéis, que talvez sejam mais importantes do que aquele a que estamos dando prioridade: excelente técnico, mas mau gerente; líder carismático, mas péssimo pai.

Um claro conjunto de papéis oferece uma estrutura natural para criar ordem e equilíbrio. Não basta dedicar um tempo a cada um deles, é preciso fazer com que eles trabalhem juntos para a realização de sua missão. Estudos demonstram que as pessoas tem dificuldade em gerenciar mentalmente mais de sete categorias. Aconselha-se, portanto, consolidar alguns papéis que tenham grande interface visando não ter mais de sete papéis.

A identificação de papeis amplia o sentido de qualidade de vida: a vida não esta restrita a um emprego, a uma família ou a um relacionamento em particular. É tudo isso junto.

Existe um papel de fundamental importância que se relaciona com a manutenção das quatro necessidades básicas: física, social, mental e espiritual. Covey chama a isto de "afinação do instrumento": o momento em que o violonista para de tocar e ajusta a tensão das cordas; o momento em que o lenhador interrompe o abate de arvores para afiar o machado. Se descuidarmos de dar atenção adequada as necessidades básicas, nosso desempenho nos demais papeis poderá ser prejudicado.

 3. SELECIONE AS METAS EM CADA PAPEL: responda a seguinte pergunta: "quais as coisas mais importantes que poderia fazer em cada papel, esta semana, a fim de ter o maior impacto positivo?" Selecionando-se as duas metas mais importantes para cada papel você terá um conjunto de prioridades do Segundo Quadrante para a próxima semana.

4. CRIE UMA ESTRUTURA DE TOMADA DE DECISÕES: temos sempre mais demandas do que tempo disponível. Assemelha-se a situação da pessoa que tem um recipiente vazio, e pedras e areia para acomodar dentro dele. Se iniciar pela areia e depois colocar as pedras, sobram pedras. Se iniciar pelas pedras e depois colocar a areia, esta preenche os vazios, acomodando as pedras e, possivelmente, toda a areia. As pedras são as coisas importantes, suas metas para a semana. A areia representa as urgências.

A chave esta em não dar prioridade à agenda, mas em agendar as prioridades. Para colocar as prioridades de sua vida no devido lugar, é de fundamental importância agendar as metas. Se não começamos a programação de nossa semana pelas atividades do segundo quadrante, o frenético fluxo de atividades dos primeiro e terceiro quadrantes (urgências) roubara todo o tempo de nossa agenda. Se você estiver a procura de tempo para investir no segundo quadrante, devera procurá-lo no terceiro quadrante.

Mantenha a flexibilidade. Ignorar o imponderável é viver sem oportunidades. O objetivo da organização do segundo quadrante não é enjaular a agenda. É criar a "estrutura" em que as decisões de qualidade, baseadas na importância, podem ser feitas momento a momento.

5. EXERCITE A INTEGRIDADE NO MOMENTO DA ESCOLHA: depois de definir as metas do segundo quadrante para a semana, a tarefa diária será manter as prioridades no devido lugar durante o vendaval de oportunidades e desafios imprevistos diários. Exercitar a integridade significa aplicar a Missão no momento da escolha, seja para executar o plano inicial, seja para efetuar mudanças consistentes.

 6. AVALIACAO: o processo do Segundo Quadrante estaria incompleto se a experiência de uma semana não servisse como base para aumentar a eficácia da semana seguinte, fechando o ciclo. Antes de organizar a próxima semana, façam-se as seguintes perguntas: quais as metas que atingi? Deparei com quais desafios? Que decisões tomei? Ao tomar as decisões, consegui manter as prioridades em primeiro lugar?

O Processo de Organização do Segundo Quadrante reforça o paradigma da importância. O maior valor do processo não esta no que ele faz pela sua agenda, mas pelo que faz em sua cabeça. Quando você começa a pensar mais em termos de importância, começa a ver o tempo de um modo diferente. Você se torna energizado para colocar as prioridades no devido lugar de uma forma significativa.

Comentários

Mensagem

Mensagem

Postagens mais visitadas deste blog

TATUAGEM NATURAL QUE DURA 5 ANOS

ADOREI ESSA NOVIDADE

Ontem aprendi com uma coordenadora da escola uma coisa super legal. Ela me contou que na sua adolescencia fez uma tatuagem natural que durou 5 anos!!!





Isso mesmo!!! Aqui nessa região eles usam um líquido da castanha do Caju para fazer tatuagem. Fica por 5 anos e depois desaparece.
Funciona dessa maneira . . .
A castanha contém um óleo-resina cáustica, conhecido como LCC (líquido da castanha de caju). A composição do LCC é principalmente de ácido anacárdico, cardol (11,31%) e seus derivados. Dentro da castanha é que se encontra a amêndoa oleaginosa, comestível, conhecida e comercializada como castanha de caju.

O LCC causa forte irritação na pele, deixando cicatrizes quase indeléveis que jovens usam para fazer um tipo primitivo de tatuagem. O LCC espesso é de cor escura, tem uso popular para verrugas, calos, edemas, manchas na pele e tecidos de neoformação.

O uso em estado fresco do fruto (castanha) pode provocar lesões na pele, pois é terrivelmente cáustico. Quando as …

BIOGRAFIA RICARDO NUNES - O DONO DA RICARDO ELETRO

UMA HISTÓRIA EMOCIONANTE E VITORIOSA

Hoje eu quero comentar uma história de vida que assisti no Caldeirão do Huck nessa semana. Foi a história de mais um mineiro que acreditou no seu sonho, lutou muito e hoje é um vencedor, sem contudo perder a humildade.


O nome dessa pessoa que aprendi a admirar é Ricardo Nunes.

RICARDO nasceu em Divinópolis - Minas Gerais, em menos de duas décadas, Nunes partiu do ponto zero -- zero mesmo -- para tornar-se dono de uma das dez maiores redes de lojas de varejo do país. Sua trajetória empreendedora começou cedo e teve profunda influência de seu pai, um comerciante de bijuterias. "Meu pai morreu quando eu era criança", diz Nunes, o segundo de quatro filhos. Aos 12 anos após perder o pai Ricardo tinha que ajudar a mãe a cuidar dos irmãos, e por isso começou a vender as mexericas do sitio.
Ia vender perto das escolas e descobriu que gritando, vendia mais. Logo começaram a aparecer outras crianças vendendo perto dele, e então ele aprendeu que precis…

"O Aplicativo Launcher (com.wmt.launcher) parou inesperadamente. Tente novamente" Como resolver esse problema.

Amigos, ha uns dias o Tablet do meu filho começou a aparecer essa mensagem: "O Aplicativo Launcher (com.wmt.launcher) parou inesperadamente. Tente novamente" Clicava na única opção: "Forçar fechamento". Ele fecha a mensagem e ela tornava a aparecer. E isso se repetia. Levei em técnicos de informática e fui informada que deveria procurar as lojas especializadas em celular. Que a unica opção seria reinstalar o sistema Android e que o preço ficaria em mais ou menos 120,00. 
Depois de muito pesquisar encontrei a solução e relativamente fácil. 
Logo ao ligar você recebe a mensagem, então clica em tente novamente e rapidamente para zerar as infos do Launcher, clique no lado esquerdo da tela, ícone de uma casa e fique com o dedo em cima segurando ate aparecer algo, clique em running task, clique em all ,click no icone de casa vermelha "LAUNCHER", clique em limpar dados, ok. Pronto! Espero que ajude!
Funcionou perfeitamente. Uma economia significativa não é... tá n…