Pular para o conteúdo principal

SER VOLUNTÁRIO

Cada vez mais brasileiros doam parte de seu tempo a atividades comunitárias




O Brasil tem um batalhão de pessoas que doam parte de seu tempo, trabalho e talento a causas de interesse comunitário. De acordo com uma pesquisa divulgada neste mês pelo Ibope, 25 milhões de brasileiros realizaram trabalho voluntário entre abril e junho. Segundo os especialistas em voluntariado, o crescimento do número de envolvidos em projetos sociais se deve a algumas certezas recentes confirmadas por amplos setores sociais. A primeira é que não vale a pena esperar pela ação de um governo que, embora arrecade muito, gasta mal e deixa vazar bastante dinheiro pelos ralos da corrupção. Outra é que a mera doação financeira para entidades de ação social pode, na verdade, apenas alimentar estruturas burocráticas mais engajadas em marketing do que em atitude. A terceira é que pequenas atitudes individuais, quando somadas, representam grandes resultados. "Formou-se a consciência de que, para ajudar, basta começar com os problemas de sua região", diz Maria Lúcia Meirelles Reis, diretora do Centro de Voluntariado de São Paulo, entidade que presta assistência a grupos de trabalho voluntário. Ou seja, mesmo atividades como incentivar a coleta seletiva de lixo num bairro, participar de campanhas de doação de sangue, pintar o muro da escola e ajudar a cuidar de um jardim público são ações que fazem diferença.


Quando o interesse é tornar-se voluntário numa atividade mais complexa, como a assistência social, cabe, antes da inscrição num programa, considerar algumas condições preliminares. Isso evita a repetição de um dos maiores problemas detectados em grupos de ação voluntária: a falta de continuidade. "Não honrar o combinado, em vez de ajudar, pode prejudicar a organização", diz Stephen Kanitz, colunista de VEJA e um dos maiores especialistas em filantropia no país, idealizador do site filantropia.org. No quadro abaixo, algumas sugestões dos especialistas para quem deseja tornar-se e se manter voluntário.


Um guia para começar


• Listar atividades que gosta de fazer, para que o trabalho seja realizado com prazer
• Calcular o tempo de que dispõe e a periodicidade com a qual se pode comprometer
• Ir a um centro de voluntariado de sua cidade ou pesquisar diversas opções na internet. Sites como voluntarios.com.br, voluntariado.org.br e portaldovoluntario.org.br têm um amplo banco de dados
• Visitar as instituições, conversar com os responsáveis e verificar se as necessidades de cada organização coincidem com suas possibilidades
• Escolher uma entidade próxima de casa ou do trabalho

Onde oferecer apoio

Segundo o site especializado filantropia.org, 10 milhões de brasileiros adultos pretendem doar parte de seu tempo às causas sociais. Entre os jovens esse número é ainda maior: 14 milhões desejam ser voluntários, mas não sabem por onde começar. Conhecer as entidades pode ser o primeiro passo para colocar a mão na massa. A lista apresenta algumas das principais instituições do país que, em geral, aceitam candidatos sem restrição quanto ao perfil profissional.

Fundação Abrinq



A entidade promove a defesa dos direitos da criança e do adolescente com projetos nas áreas de educação, saúde, erradicação do trabalho infantil, inclusão digital, entre outras. Candidatos preenchem um formulário no site. http://www.fundabrinq.org.br/


Amigos da Escola


O programa contribui com a educação pública fundamental por meio do incentivo à participação de voluntários em atividades extracurriculares. Escolas públicas e secretarias municipais de educação informam como participar. http://www.amigosdaescola.com.br/


Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD)


Atua no tratamento e na reabilitação de portadores de deficiência física. Beneficia mais de 5 000 pessoas nos centros de reabilitação de cinco estados. Precisa de voluntários com disponibilidade de quatro a seis horas contínuas uma vez por semana, depois de fazer curso de 32 horas. O cadastro é feito pelo telefone (11) 5576-0811. http://www.aacd.org.br/


Associação Viva e Deixe Viver


Atende crianças e adolescentes hospitalizados com a realização de brincadeiras, estímulo à leitura e apoio educacional. Atua em sete estados. O formulário para a inscrição está no site. http://www.vivaedeixeviver.org.br/



SOS Mata Atlântica


Desenvolve projetos de educação ambiental, recursos hídricos, ecoturismo e denuncia agressões ao meio ambiente. É preciso participar de uma reunião de integração. As datas são divulgadas no site. http://www.sosmatatlantica.org.br/





Visão Mundial


Desenvolve projetos em regiões pobres do Nordeste, Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, Amazonas, Tocantins e nas regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro. Está presente em aproximadamente 100 países. Para ser voluntário, preenche-se um cadastro no site. http://www.visaomundial.org.br/




Outras instituições

Outras instituições onde oferecer trabalho voluntário:


Aldeias Infantis SOS (www.aldeiasinfantis.org.br)


Forma lares para crianças em situação de risco social e desenvolve um programa que engloba assistência médica e odontológica, formação acadêmica e profissional e integração à sociedade. Para ser voluntário: entrar em contato com a instituição ou centro social mais próximo (relação no site) ou ligar para 0800-160633



APAE - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (http://www.apaebrasil.org.br/) - Criada há 51 anos, atende a mais de 230.000 portadores de deficiência mental. Tem cerca de 2.000 escolas no pais. Para ser voluntário: procurar a unidade mais próxima e assinar um termo de compromisso.




Fundação Gol de Letra (http://www.goldeletra.org.br/) - Contribui com a formação educacional e cultural de crianças e adolescentes com atividades como dança, teatro, leitura, informática e esportes.  Para ser voluntário: preencher um formulário no site





Fundo Cristão para Crianças (http://www.fundocristao.com.br/) -Promove o desenvolvimento de crianças e adolescentes nas áreas de educação, saúde, nutrição e trabalho comunitário. Atua em 31 países.  Para ser voluntário: entrar em contato com a sede da instituição no telefone (31) 3279-7400

ONG Viva Rio (http://www.vivario.org.br/) - Desenvolve campanhas de paz e projetos sociais nas áreas de direitos humanos, segurança pública, educação, esportes e meio ambiente. Para ser voluntário: preencher um formulário no site www.servoluntario.com.br


Pastoral da Criança (http://www.pastoraldacrianca.org.br/) = Desenvolve ações com crianças e comunidades na área de saúde, nutrição, educação, geração de renda e pesquisas. Está presente nas periferias das grandes cidades e nos bolsões de pobreza dos pequenos e médios municípios brasileiros. Para ser voluntário: entrar em contato com a coordenação da diocese de seu município (relação no site da entidade)


Sou da Paz (http://www.soudapaz.org.br/) - Contribui para a efetivação de políticas públicas de segurança e para a prevenção da violência. Realiza campanhas, manifestações e projetos nas regiões mais violentas da Grande São Paulo. Para ser voluntário: preencher um cadastro no site




Vagas no mundo inteiro

As maiores instituições filantrópicas estrangeiras têm escritórios no Brasil e recrutam voluntários. Em algumas delas é possível se candidatar a uma vaga no exterior. Mas antes de se animar com a possibilidade de fazer turismo de graça é bom saber que a maioria conta com programas de seleção e treinamento rigorosos, para aceitar e manter em atividade aqueles que realmente pretendem fazer mais pelas pessoas atendidas do que por si mesmos. Também é preciso encaixar-se no perfil adequado às necessidades da instituição.


Caritas Internationalis-presente em 198 países, realiza campanhas e projetos para pessoas excluídas. Os candidatos devem procurar a unidade mais próxima ou entrar em contato com a sede nacional. http://www.caritas.org.br/



Greenpeace - Para ser voluntário no exterior é preciso ter visto de trabalho na União Européia. Também é possível atuar em projetos no Brasil. É necessário preencher um formulário e passar por uma entrevista e uma dinâmica de grupo. http://www.greenpeace.org.br/



Médicos sem Fronteiras - Leva atendimento médico a vítimas de catástrofes, conflitos, epidemias e exclusão social. Atua em cerca de setenta países. Os voluntários precisam ter curso superior, domínio do inglês e de uma segunda língua. O processo de seleção é feito apenas em alguns escritórios no exterior. É necessário enviar o currículo e uma carta de intenção em inglês por e-mail. http://www.msf.org.br/



Cruz Vermelha - O Comitê Internacional protege vítimas de guerra. Os interessados devem procurar o escritório mais próximo. http://www.cvb.org.br/






Students Partnership Worldwide - Recruta jovens entre 18 e 28 anos para trabalhar em projetos na África e na Ásia. Deve-se preencher um formulário no site. http://www.spw.org/







Fazer o bem faz bem à saúde - Envolver-se em causas sociais não traz vantagens apenas para quem é ajudado. Uma pesquisa da Universidade de Michigan, nos EUA, constatou que a expectativa de vida é maior entre as pessoas que fazem trabalho voluntário. Empresas também costumam ver com bons olhos os funcionários que têm uma atividade do gênero. Segundo a consultora Patrícia Fadini, da Manager Assessoria de Recursos Humanos, o voluntariado:

• estimula o trabalho em equipe, a liderança e a criatividade;
• aumenta a rede de contatos dentro da empresa e na comunidade;
• oferece novos desafios em situações que fogem da rotina de trabalho;
• reforça as condições emocionais e leva a pessoa a pensar nas conseqüências de seus atos.

Extraído da Revista Veja

Comentários

Mensagem

Mensagem

Postagens mais visitadas deste blog

BIOGRAFIA RICARDO NUNES - O DONO DA RICARDO ELETRO

UMA HISTÓRIA EMOCIONANTE E VITORIOSA

Hoje eu quero comentar uma história de vida que assisti no Caldeirão do Huck nessa semana. Foi a história de mais um mineiro que acreditou no seu sonho, lutou muito e hoje é um vencedor, sem contudo perder a humildade.


O nome dessa pessoa que aprendi a admirar é Ricardo Nunes.

RICARDO nasceu em Divinópolis - Minas Gerais, em menos de duas décadas, Nunes partiu do ponto zero -- zero mesmo -- para tornar-se dono de uma das dez maiores redes de lojas de varejo do país. Sua trajetória empreendedora começou cedo e teve profunda influência de seu pai, um comerciante de bijuterias. "Meu pai morreu quando eu era criança", diz Nunes, o segundo de quatro filhos. Aos 12 anos após perder o pai Ricardo tinha que ajudar a mãe a cuidar dos irmãos, e por isso começou a vender as mexericas do sitio.
Ia vender perto das escolas e descobriu que gritando, vendia mais. Logo começaram a aparecer outras crianças vendendo perto dele, e então ele aprendeu que precis…

Bodas de Rosas - 17 anos de Casamento

Meu amor, hoje estamos de parabéns e celebrando 17 anos de união. Foi diante de Deus que prometemos amor e fidelidade e é diante d'Ele que todos os dias honramos nossas promessas e esta linda união por Ele abençoada. Com você e nosso filho a vida é o mais apaixonante dos desafios, e não existem obstáculos difíceis demais ou impossíveis de ultrapassar. A Deus agradeço a incrível bênção que recebi no dia em que conheci você e em nossos corações nasceu a chama do amor mais puro e sincero. Que nosso caminho seja longo e maravilhoso e que em cada novo dia juntos renovemos os bons sentimentos em nossos corações. Que Deus nos conceda muitos anos de vida compartilhada e que entre nossa família, sempre reinem a harmonia, a amizade, o companheirismo e o amor, como até agora. Eu te amo, muito!

TATUAGEM NATURAL QUE DURA 5 ANOS

ADOREI ESSA NOVIDADE

Ontem aprendi com uma coordenadora da escola uma coisa super legal. Ela me contou que na sua adolescencia fez uma tatuagem natural que durou 5 anos!!!





Isso mesmo!!! Aqui nessa região eles usam um líquido da castanha do Caju para fazer tatuagem. Fica por 5 anos e depois desaparece.
Funciona dessa maneira . . .
A castanha contém um óleo-resina cáustica, conhecido como LCC (líquido da castanha de caju). A composição do LCC é principalmente de ácido anacárdico, cardol (11,31%) e seus derivados. Dentro da castanha é que se encontra a amêndoa oleaginosa, comestível, conhecida e comercializada como castanha de caju.

O LCC causa forte irritação na pele, deixando cicatrizes quase indeléveis que jovens usam para fazer um tipo primitivo de tatuagem. O LCC espesso é de cor escura, tem uso popular para verrugas, calos, edemas, manchas na pele e tecidos de neoformação.

O uso em estado fresco do fruto (castanha) pode provocar lesões na pele, pois é terrivelmente cáustico. Quando as …