Pular para o conteúdo principal

O QUE É TER FÉ?

O que explica a religiosidade humana? Em plena era da clonagem, dos transplantes de órgãos e da internet, milhões de pessoas buscam apoio em " uma força Superior" que comande todo o Universo, inclusive suas próprias existências. 

No Brasil, mais de 90% da população crê em DEUS, segundo dados do IBGE. Os números não deixam dúvidasde que o poder da fé global e que, ao contrário do que se acreditava no início do século 20, nem mesmo a secularização da educação, aliada ao avanço da ciência e da tecnologia, foram suficientes para diminuir a presença de DEUS na vida humana. 

Porque essa necessidade de ter fé??

A fé e a relogiosidade procuram responder aquilo que o ser humano desconhece, proporcionando a certeza de que há um SER SUPERIOR amparando e fortalecendo, ajudando na conquista de seus objetivos Na tentativa de nos sertirmos seguros e de amenizar nossas angústias e sofrimentos, buscamos forças em algum lugar. Este lugar pode ser dentro de nós mesmos, numa Divindade, num Ser Superior que ninguém vê, mas que todos acreditam e que nos conforta com relação às perguntas que não possuem fundamento, como: de onde viemos, o que estamos fazendo aqui e para onde vamos depois da morte.

  As pessoas não precisam de evidências físicas para acreditar em DEUS. A fé se fundamenta na revelação. A fé não se opõe à Ciência, mas fé é antes de tudo, dom de DEUS e resposta do ser humano a DEUS que se revela. O fato de tantas pessoas acreditarem em algo intangível não significa que este não seja real. Muitas pessoas acreditam em coisas que não podem atingir pelos sentidos e nem por isso essas coisas deixam de existir ou ser verdadeiras. A fé não é um absurdo. Ela tem fundamento sólido na revelação e em fatos, como por exemplo,na RESSURREIÇÃO de JESUS CRISTO.

Mas, o que distingue a fé do fanatismo que move muitas pessoas?? A fé é quando as pessoas acreditam em alguma coisa, mas respeitam a convicção e as crenças dos outros. Fanatismo é quando você acha que aquilo que você acredita é a única verdade existente no mundo. Fanatismo, também o é, a exaltação de uma crença e não tem uma visão objetive e serena das coisas, por isso é cego e intolerante. 

Tendo, pois, em que acreditar no dia-a-dia, a fé ampara as pessoas nas suas dificuldades. A fé está vinculada à busca de segurança em alguém ou algo que é considerado o centro da vida humana; procuramos algo para amar e que nos ame algo para valorizar, e que nos dê valor, algo p/ honrar e respeitar e que tenha o poder de sustentar nosso ser. A fé, se relaciona de maneira unilateral com os verbos: acreditar, confiar ou apostar. Isto é, se alguém tem fé em algo, então acredita, confia e aposta nisso!!

Ter fé é nutrir um sentimento de afeição pelo que se acredita. Penso, que é impossível, viver sem fé!!!

Realmente, é impossível viver sem fé, porque é ela que dá sentido à vida! A fé manifesta a adesão pessoal a DEUS e aos seus desígnios. A religiosidade pode ajudar ou predispor p/ a fé. Mas, a fé dá sentido à vida e estabelece critérios de conduta, normas de comportamentos, favorece a busca de valores verdadeiros e duradouros.

A maioria das igrejas apresentam Cristo como Salvador, mas junto com Ele um pacote de regras como se a salvação dependesse delas, uma série de complementos, de emendas ao sacrifício de Cristo. Para muitos, o sacrifício ainda é uma demonstração pessoal da fé, envolve renúncia, por isso dói, incomoda. No entanto, chama a atenção de DEUS.

O que move as pessoas em torno deste sentimento que é difícil explicar é o fato de que ela ajuda a superar problemas e frustrações porque leva as pessoas para além do imediatismo das coisas materiais. A fé não é crendice nem magia, nem fuga da vida ou realidade.

Fonte: mensagem de TIFANI

Comentários

Mensagem

Mensagem

Postagens mais visitadas deste blog

MINERAÇÃO ONÇA PUMA -OBRA 273 - OURILANDIA DO NORTE - PARÁ

MARÇO/2010 TRANSPORTADORES DE CORREIA -                VENTILADORES EM BAIXO DA GALERIA DREYER PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO                                                                                                   CHAMINÉ GALPAO ESTOCAGEM DE EMERGENCIA DE MINERIO KILN LAVADOR DE GASES MÁQUINAS DE PÁTIO EMPILHADEIRA E RECUPERADORA MONTAGEM DO 4. PRECIPITADOR EM MONTAGEM PRECIPITADORES PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO DE AGUA - ASPIRAL

CIRURGIA PARA VOLTAR A OUVIR - IMPLANTE COCLEAR

O MILAGRE DA AUDIÇÃO IMPLANTE COCLEAR OU "OUVIDO BIONICO" Crianças e adultos vítimas de surdez profunda e sem poder aquisitivo para bancar uma cirurgia corretiva podem ter esperanças de voltar a escutar. Basta que o implante coclear seja indicado para o seu tipo de problema. Isso por que o SUS (Sistema Único de Saúde) já oferece esse tipo de operação em hospitais de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte. Desde 1990, 700 pessoas já foram beneficiadas. Em breve, o Rio de Janeiro também entrará na lista com o credenciamento do Hospital Gafrée e Guinle pelo Ministério da Saúde. A cirurgia é indicada para pessoas que não podem usar aparelhos auditivos convencionais.“É um procedimento de alta complexidade e o Sistema Único de Saúde arca com os todos os custos”, explica o Dr. Fernando Portinho, otorrinolaringologista, professor da Escola de Medicina da UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) e coordenador do projeto.O tratamento com

FAMILIA GUERARD, GHERARDI, GERARDI, GIRARDI

MINHA ÁRVORE GENEALÓGICA MEU NOME É MONIQUE, Meu tataravô ( LOURENÇO GHERARDI ) , minha tataravó ( ADELIA FERRAGATTI ) ele filho de ( LOURENÇO GHERARDI E DOROTEIA PERONO ), ela filha de ( GIACOMO FERRAGATTI E IRENE OZELIO) . meu bisavô materno ( LOURENçO FRANCISCO GHERARDI) e minha bisavó materna (VIRGINIA TAVARES ALBERGARIA GHERARDI ) , minha avó materna (ELZI GUERARDI NASCIMENTO) e meu avô materno (LUIZ GONZAGA DO NASCIMENTO), meus pais (MARIA DA GLORIA DO NASCIMENTO SOUZA e ADÃO HELIO DE SOUZA). Família Gerardi Em 06 de março de 1895 chegou ao porto de Santos, desembarcando do navio “ARNO” uma família vinda da região de Treviso, norte da Itália que se apresentou como  FAMÍLIA GIRARDI , mas por falha de grafia do oficial de registros da imigração o sobrenome passou a ser  GERARDI. Assim podemos considerar como origem da família o sobrenomeGIRARDI e a geração que que ficou no Estado de São Paulo, GERARDI. OLHA COMO É GRANDE A FAMILIA GUERARDI...  ESSES PARENTE