Pular para o conteúdo principal

E SE FOSSE SEU FILHO???



Este texto abaixo não tem intenção nenhuma de denegrir a imagem da Igreja Católica, mas é preciso que publiquemos para cobrar dos seus responsáveis atitudes. Afinal eles falam em nome de Deus, e é preciso dar o exemplo. Nosso filhos ainda pequeninos, o que dirão diante dos colegas... Hoje em dia ser coroinha é vergonhoso, é sinal de homossexualidade, não que eu tenha homofobia, respeito e muito todas as pessoas, sem preconceito, mas para decidir sobre sua sexualidade é preciso ter idade e maturidade. Nossas crianças ainda estão em fase de crescimento e diante desta situação passam a ter medo da Igreja.
Ter fé é muito importante na vida de nós humanos, é isso que precisamos ensinar para nossos filhos, fé no Deus único e verdadeiro, criador do céu e da terra, nosso Pai. Mas como explicar as crianças que esses que se dizem representantes de Deus na terra judiam, abusam, maltratam crianças, zombam de Deus perante toda a sociedade.
Eis que navegando pela internet, achei uma matéria tratando sobre pedofilia, publicada na Isto É de 16 de novembro de 2005.
Para boa parte das mães beatas, ver um filho se tornar coroinha é como alcançar uma graça. E essa “dádiva” foi conseguida pela goiana Patrícia Teixeira dos Reis, 31 anos, na última Páscoa. Na missa de 27 de março, o garoto V.R.D., dez anos, um de seus três filhos, subiu ao altar da Paróquia do Imaculado Coração de Maria, em Alexânia (GO), para ser consagrado. Mal sabia Patrícia que aquela cerimônia marcaria o início de um calvário. Depois de cinco meses como auxiliar do padre Édson Alves dos Santos, 64 anos, V.R.D. revelou à sua avó, dona Iraci Teixeira, professora de catequese há 20 anos, tudo o que acontecia atrás da sacristia. “O padre faz comigo igual o homem faz com a mulher”, relatou. Ele tira minha roupa, levanta a batina, me coloca no colo, fala para eu ficar tranqüilo e diz que aquilo é a prática da penetração”, contou o garoto. A avó, estarrecida com o que ouvira, comunicou o relato a Patrícia, que imediatamente o levou ao médico e à polícia. Todos os exames confirmaram: V.R.D. foi vítima de abusos sexuais.

Isso vem acontecendo ao longo dos anos e ninguém tomava nenhuma atitude. Logicamente poderia acontecer em qualquer lugar, em uma escola, com o vizinho, um professor, um Pastor. O que me deprime quando essa história toda veio a tona, é que precisou uma emissora de TV  “GRITAR” para todo mundo, numa reportagem especial, com alcance internacional para que a Igreja ou os responsáveis por ela parassem de fingir que não sabiam de nada. O pior não é o fato de um padre ser pedófilo, é terrível, mas não é o pior... O pior é toda a estrutura da Igreja que abafa o caso, que pega esse padre e o transfere de Igreja e o manda para uma outra região para continuar praticando seus  crimes. Graças a DEUS, com essa mídia toda em cima, essa realidade vem sendo mudada. E é preciso que mude. Lugar de bandido tarado é na cadeia e não celebrando missa e falando em nome de Deus.

Me diz com sinceridade, o que você pensaria se ao invés de prender o pai e a Madrasta da Isabela Nardoni, o prefeito apenas mudassem eles de cidade, preservando a identidade dos mesmos, é isso que a Igreja fez com os padres. Eles são tão ou mais perversos que os Nardoni, porque prejudicaram a vida de muitas crianças, marcaram para sempre, e ainda falam em nome de Deus,

“Atrás da Sacristia, o segredo. Uma imagem perturbadora. Sexo, intrigas e poder na Igreja Católica. O altar e o crucifixo como testemunhas. Mentes traumatizadas. Lembranças que persistem. Pesadelos intermináveis. O ensino sagrado, evangelho e a formação do caráter de jovens. Pretexto para se aproximar de meninos que achavam que ser coroinha era o caminho mais curto até Deus? O verdadeiro caminho do calvário. A inocência negada. Proibida. Violentada.” (Reportagem do Cabrini)

E SE ESSES GAROTOS FOSSEM SEUS FILHOS... VOCÊS CONTINUARIAM DEFENDENDOS ESSES PADRES? PENSE BEM E ENTREM NESSA LUTA EXIGINDO QUE A IGREJA DEIXE ESSES PADRES PEDÓFILOS NA MÃO DA JUSTIÇA!  CADEIA NELES! AFINAL eles vão se divertir muito nos presídios... terão muitos presos pra ensinar a rezar!!!!!!

Comentários

Mensagem

Mensagem

Postagens mais visitadas deste blog

MINERAÇÃO ONÇA PUMA -OBRA 273 - OURILANDIA DO NORTE - PARÁ

MARÇO/2010 TRANSPORTADORES DE CORREIA -                VENTILADORES EM BAIXO DA GALERIA DREYER PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO                                                                                                   CHAMINÉ GALPAO ESTOCAGEM DE EMERGENCIA DE MINERIO KILN LAVADOR DE GASES MÁQUINAS DE PÁTIO EMPILHADEIRA E RECUPERADORA MONTAGEM DO 4. PRECIPITADOR EM MONTAGEM PRECIPITADORES PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO DE AGUA - ASPIRAL

CIRURGIA PARA VOLTAR A OUVIR - IMPLANTE COCLEAR

O MILAGRE DA AUDIÇÃO IMPLANTE COCLEAR OU "OUVIDO BIONICO" Crianças e adultos vítimas de surdez profunda e sem poder aquisitivo para bancar uma cirurgia corretiva podem ter esperanças de voltar a escutar. Basta que o implante coclear seja indicado para o seu tipo de problema. Isso por que o SUS (Sistema Único de Saúde) já oferece esse tipo de operação em hospitais de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte. Desde 1990, 700 pessoas já foram beneficiadas. Em breve, o Rio de Janeiro também entrará na lista com o credenciamento do Hospital Gafrée e Guinle pelo Ministério da Saúde. A cirurgia é indicada para pessoas que não podem usar aparelhos auditivos convencionais.“É um procedimento de alta complexidade e o Sistema Único de Saúde arca com os todos os custos”, explica o Dr. Fernando Portinho, otorrinolaringologista, professor da Escola de Medicina da UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) e coordenador do projeto.O tratamento com

FAMILIA GUERARD, GHERARDI, GERARDI, GIRARDI

MINHA ÁRVORE GENEALÓGICA MEU NOME É MONIQUE, Meu tataravô ( LOURENÇO GHERARDI ) , minha tataravó ( ADELIA FERRAGATTI ) ele filho de ( LOURENÇO GHERARDI E DOROTEIA PERONO ), ela filha de ( GIACOMO FERRAGATTI E IRENE OZELIO) . meu bisavô materno ( LOURENçO FRANCISCO GHERARDI) e minha bisavó materna (VIRGINIA TAVARES ALBERGARIA GHERARDI ) , minha avó materna (ELZI GUERARDI NASCIMENTO) e meu avô materno (LUIZ GONZAGA DO NASCIMENTO), meus pais (MARIA DA GLORIA DO NASCIMENTO SOUZA e ADÃO HELIO DE SOUZA). Família Gerardi Em 06 de março de 1895 chegou ao porto de Santos, desembarcando do navio “ARNO” uma família vinda da região de Treviso, norte da Itália que se apresentou como  FAMÍLIA GIRARDI , mas por falha de grafia do oficial de registros da imigração o sobrenome passou a ser  GERARDI. Assim podemos considerar como origem da família o sobrenomeGIRARDI e a geração que que ficou no Estado de São Paulo, GERARDI. OLHA COMO É GRANDE A FAMILIA GUERARDI...  ESSES PARENTE