Pular para o conteúdo principal

CASTANHEIRA DE 60 METROS CAI EM ÔNIBUS QUE LEVAVA FUNCIONÁRIOS DA VALE

Três empregados da Companhia Vale no Estado do Pará morreram e nove ficaram feridos após uma árvore cair sobre o ônibus que levava os funcionários para casa. Chovia na estrada do Manganês pouco antes da 1h desta sexta-feira, quando aconteceu o acidente no km 17 da rodovia. Eles trabalhavam na mina do Azul, na cidade de Paraupebas, que fica na Serra dos Carajás.

A empresa divulgou uma nota informando sobre o acidente e diz que sente muito pelo que aconteceu com os trabalhadores. "A Vale lamenta profundamente o ocorrido e informa que está prestando toda a assistência necessária aos empregados e seus familiares."

Fonte: Veteranos Cks (Facebook)


Comentários

Anônimo disse…
Embora um acidente de natureza catrástofica,poderia ter sido evitado se as pessoas responsáveis pela parte de Engenharia Florestal fizesse a catalogação das árvores as proximidades das rodovias de acesso,levando em consideração principalmente o tamanho,o tempo,o solo e vários outros fatores.Lamento muito por estas vidas ceifadas,fiquei muito triste, e quero aproveitar a oportunidade para dar sugestôes:Criar uma Nova nr com legislação pertinente a este assunto/ou um novo anexo ou portaria.
Atenciosamente.
Ieda de Almeida/ Auxiliar Técnica em Segurança do Trabalho
Unknown disse…
Obrigada a todos que acompanham nosso blog. Obrigada também pelos comentários e sugestões. Mesmo os que não são postados serão atendidos sempre que possível. Continuem nos enviando sugestões para fazer deste humilde blog um cantinho melhor. Estamos aprendendo todos os dias... afinal a missão de todos os seres humanos neste plano é a evolução; Beijos no coração de todos.
Anônimo disse…
Fiquei feliz em saber que meu pedido em relação as fotos, foi atendido. Parabéns pelo seu blog e principalmente pela humildade na busca do aprendizado constante e a arte de saber ouvir. Que Deus abençoe a vc e sua linda família. Graça e paz!!!

Mensagem

Mensagem

Postagens mais visitadas deste blog

MINERAÇÃO ONÇA PUMA -OBRA 273 - OURILANDIA DO NORTE - PARÁ

MARÇO/2010 TRANSPORTADORES DE CORREIA -                VENTILADORES EM BAIXO DA GALERIA DREYER PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO                                                                                                   CHAMINÉ GALPAO ESTOCAGEM DE EMERGENCIA DE MINERIO KILN LAVADOR DE GASES MÁQUINAS DE PÁTIO EMPILHADEIRA E RECUPERADORA MONTAGEM DO 4. PRECIPITADOR EM MONTAGEM PRECIPITADORES PRECIPITADORES SILOS DE PÓ, SILOS DE MINERIO SECO SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO DE AGUA - ASPIRAL

CIRURGIA PARA VOLTAR A OUVIR - IMPLANTE COCLEAR

O MILAGRE DA AUDIÇÃO IMPLANTE COCLEAR OU "OUVIDO BIONICO" Crianças e adultos vítimas de surdez profunda e sem poder aquisitivo para bancar uma cirurgia corretiva podem ter esperanças de voltar a escutar. Basta que o implante coclear seja indicado para o seu tipo de problema. Isso por que o SUS (Sistema Único de Saúde) já oferece esse tipo de operação em hospitais de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte. Desde 1990, 700 pessoas já foram beneficiadas. Em breve, o Rio de Janeiro também entrará na lista com o credenciamento do Hospital Gafrée e Guinle pelo Ministério da Saúde. A cirurgia é indicada para pessoas que não podem usar aparelhos auditivos convencionais.“É um procedimento de alta complexidade e o Sistema Único de Saúde arca com os todos os custos”, explica o Dr. Fernando Portinho, otorrinolaringologista, professor da Escola de Medicina da UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro) e coordenador do projeto.O tratamento com

FAMILIA GUERARD, GHERARDI, GERARDI, GIRARDI

MINHA ÁRVORE GENEALÓGICA MEU NOME É MONIQUE, Meu tataravô ( LOURENÇO GHERARDI ) , minha tataravó ( ADELIA FERRAGATTI ) ele filho de ( LOURENÇO GHERARDI E DOROTEIA PERONO ), ela filha de ( GIACOMO FERRAGATTI E IRENE OZELIO) . meu bisavô materno ( LOURENçO FRANCISCO GHERARDI) e minha bisavó materna (VIRGINIA TAVARES ALBERGARIA GHERARDI ) , minha avó materna (ELZI GUERARDI NASCIMENTO) e meu avô materno (LUIZ GONZAGA DO NASCIMENTO), meus pais (MARIA DA GLORIA DO NASCIMENTO SOUZA e ADÃO HELIO DE SOUZA). Família Gerardi Em 06 de março de 1895 chegou ao porto de Santos, desembarcando do navio “ARNO” uma família vinda da região de Treviso, norte da Itália que se apresentou como  FAMÍLIA GIRARDI , mas por falha de grafia do oficial de registros da imigração o sobrenome passou a ser  GERARDI. Assim podemos considerar como origem da família o sobrenomeGIRARDI e a geração que que ficou no Estado de São Paulo, GERARDI. OLHA COMO É GRANDE A FAMILIA GUERARDI...  ESSES PARENTE